O desafio de ter um filho especial

http://citibabesblog.com/2011/01/the-story-of-jackson-atkinson/

Achei essa matéria na Internet e ADOREI! Quando a gente tem um filho com necessidades especiais, tem a oportunidade de ver as coisas com mais simplicidade. Sei que toda mulher que fica grávida tem como maior preocupação a saúde de seu filho, que ele seja saudável, perfeito, etc. Talvez quando você se da conta que seu filho tem necessidades especiais e resolve encarar isso de frente, percebe que a vida é bem mais fácil do que se imagina. Se muita gente teme por algo e você encara isso de frente, sua noção de medo muda. Para que temer algo? Medo não ajuda, porque o que tiver que acontecer, acontecerá, você temendo ou não. O medo apenas te prejudica de agir com a razão.
Desde que a Sofia nasceu, frequento terapias com crianças de diversas necessidades especiais e já me peguei com dó de mães que enfrentam muitos desafios com seus filhos. Mas para que dó? Aquela mãe que carrega o filho já grande no colo, que o leva de ônibus para as incansáveis fisioterapias e sempre está com sorriso no olhos. Superficialmente você pode pensar, que mulher guerreira, como pode? Mas no fundo, qualquer mãe faria o mesmo. Afinal você não se sente super bem ao ajudar alguém, pode ser um desconhecido pedindo esmola ou uma velhinha a atravessar a rua? Imagina o quanto você se sentiria grata por poder ajudar seu filho? Ta aí é bem mais simples do que imaginamos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>